Como fazer de Curitiba uma capital mais ecológica

A cidade ganhou o apelido de Capital Ecológica devido à beleza das paisagens naturais dos bosques e parques municipais espalhados por toda cidade. E embora a capital possua um dos melhores índices de reciclagem do país – cerca de 30% – esse número não chega nem perto da porcentagem no aumento de produção de lixo nos últimos dez anos.

Para manter o título, a capital possui atualmente diversos projetos de conscientização para a população, visando a compreensão dos indivíduos e o cuidado com o lixo produzido em suas residências. Mas essa responsabilidade não cabe apenas a prefeitura, é obrigação de todos nós.

Divulgação: Prefeitura Municipal de Curitiba
Foto: Everson Bressan/SMCS

Estima-se que são consumidos, no Brasil, cerca de 720 milhões de copos descartáveis por dia, o que corresponde a 1500 toneladas de resíduos plásticos produzidos diariamente segundo a Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos (ABRELPE).

Para reverter essa situação, é preciso colocar em prática o conceito de redução, reutilização e reciclagem desses materiais e, foi a partir desses conceitos, que algumas empresas brasileiras tomaram iniciativas para diminuir o consumo de copos descartáveis.

Reduzir, reutilizar e reciclar sempre!

A imobiliária paranaense Galvão Locações, por exemplo, adotou atitudes sustentáveis como substituir copos plásticos por canecas e a diminuição de impressões para evitar o desperdício de papel.

Confira algumas ações para seguir e fazer a sua parte para reduzir o consumo de itens descartáveis.

Adote uma caneca

Apenas neste ano, a estimativa é de que 760.000 copos descartáveis sejam jogados no lixo. O copo descartável leva até 200 anos para decompor-se na natureza. Além disso, é um resíduo de baixo valor econômico, se comparado a outros materiais, como alumínio e papel, que são mais procurados para a reciclagem.

Reduza o uso de copos descartáveis

A alternativa é adotar a utilização da caneca no trabalho, por exemplo, que consiste na ideia de que cada funcionário passe a usar sua caneca ou garrafinha no local de trabalho. Se você vai usar um copo descartável, guarde aquele copo e use o dia inteiro, porque assim você já estará colaborando de certa forma.

É preciso mesmo imprimir?

Uma dica é usar e abusar da Internet. Dê prioridade para mensagens eletrônicas e se puder, mantenha apenas a versão on-line de um documento. Reflita se a impressão é realmente necessária, muitas vezes acabamos imprimindo por hábito e não por necessidade!

Se for realmente necessário crie o hábito de revisar a impressão, evitando assim erros nas impressões. Releia atentamente o documento, verifique se o tamanho da fonte está correto, se o aproveitamento e configuração da página estão adequados e se não há nenhum texto solto na última página. Outra dica é reutilizar como rascunho: não jogue fora as folhas que já foram usadas. Reutilize o verso do documento para anotações ou faça um bloquinho de rascunhos.

Repense o uso do papel

Apague a luz

Tarefa obrigatória para reduzir o consumo de energia é apagar as luzes ao sair do ambiente – todos sabem a importância desse hábito, mas sempre há aquele que se esquece. Um jeito de lembrar esses esquecidos é colocar adesivos ou plaquinhas espalhadas pelos interruptores com mensagens educativas.

Desligue também os aparelhos eletrônicos da tomada quando não estiverem em uso, já que o stand-by (modo espera) aumenta o consumo em 20%. Outra dica é utilizar a iluminação natural.

Não esqueça de apagar a luz

Desligue a torneira

Evitar desperdícios, reduzir o consumo sempre que possível, fazer a captação da água da chuva e reaproveitar a água cinza gerada pelo chuveiro e pela máquina de lavar roupas são algumas atitudes que podem ser tomadas para ter um consumo consciente da água.

Mantenha a torneira fechada ao escovar os dentes, fazer a barba e ao ensaboar a louça também é outra maneira de evitar o desperdício. Ao escovar os dentes com ela aberta, você gasta cerca de 13,5 litros de água em apenas dois minutos.

Outra dica é tomar banhos curtos. Cinco minutos são suficientes para fazer a limpeza do corpo e, enquanto você se ensaboa, o registro deve ser fechado. Isso gera uma economia de até 30 mil litros no ano.

Evite o desperdício de água potável

E se você curtiu esse post, indicamos que você também leia estes:

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.