Como alugar um imóvel sem fiador

Uma das principais preocupações na hora de alugar um imóvel é a dificuldade para encontrar um fiador. Uma pessoa de confiança, que esteja disposta a assumir este tipo de compromisso.

Essa busca pode ser desafiadora e gerar preocupação principalmente se você muda de cidade e não tem a quem recorrer. A Garantia Locatícia está prevista na Lei do Inquilinato, e é parte integrante do contrato de locação.

A escolha de garantia pode ser definida pelo dono do imóvel (se você locar direto) ou pela imobiliária, mas existe a possibilidade de negociação.

Felizmente, com o passar dos anos, o mercado imobiliário evoluiu, e para não gerar mais constrangimentos, o setor oferece diversas opções de garantia para os contratos de locação.

Conheça as alternativas de garantias e veja qual é a mais adequada para você:

Seguro Fiança

Algumas imobiliárias e proprietários de imóvel preferem utilizar o Seguro Fiança como garantia locatícia, pois, no caso de inadimplência, o recebimento de alugueis em atraso ocorre rapidamente.

No seguro fiança, caso a locação seja com imobiliária, será a empresa que indicará a seguradora. Caso o inquilino vá locar direto com o proprietário, poderá escolher uma seguradora que disponibilize o produto e contratar o seguro mais adequado ao seu perfil. Além de garantir o pagamento do aluguel, o seguro também cobre pequenos reparos, condomínio e IPTU.

Dica: Locador e imobiliária não podem impor a seguradora o produto a ser contratado. A escolha é livre do inquilino.

A vantagem do seguro fiança é que costuma ser menos caro que outras modalidades. Além disso, pode ser parcelado durante os meses de contrato. O valor varia entre uma ou duas vezes o valor do aluguel, cobertura e perfil do locatário. E sempre dependerá da aprovação do cadastro pela empresa seguradora.

Título de Capitalização

Apesar de não ser muito conhecida, diversas imobiliárias já oferecem essa opção. Diferentemente do seguro-fiança, o título de capitalização não tem custo e todo o valor investido volta para o inquilino ao final do contrato de locação devidamente corrigido, caso não haja nenhuma pendência financeira.

As vantagens de optar pelo título de capitalização é que sua contratação é simples e não há restrições de análise financeira, pois não exige comprovação de renda e nem nome limpo na praça. Além disso, as empresas de capitalização realizam sorteios com prêmios em dinheiro e oferecem assistência gratuita para serviços de eletricista, chaveiros, encanadores, entre outros.

A desvantagem dessa opção é que o valor do título é variável e corresponde ao valor de doze meses de aluguel, podendo chegar a 18 meses. No caso de inadimplência no aluguel, o proprietário/imobiliária resgatam o título para quitar os débitos existentes.

Fundo de Investimento

Outra opção, mas não muito conhecida, é a cessão fiduciária de quotas de investimentos que exerce uma função de garantia de crédito. Esta pode ser uma solução interessante para inquilino e proprietário que se interessam pelo mundo dos investimentos. Embora o nome seja complicado, a modalidade é relativamente simples.

Nessa opção, é assinado um Termo de Cessão Fiduciária junto com o contrato de locação, onde as quotas do fundo de investimento, detidas pelo locatário, são transferidas para o proprietário do imóvel, por intermédio da imobiliária. No caso de inadimplência, o proprietário pode requisitar as quotas do fundo para quitar a dívida de aluguel, tornando-se o dono definitivo das quotas.

Caução

Essa garantia é tão conhecida quanto o fiador e é bastante utilizada, principalmente se o imóvel for locado direto com o proprietário. Nesta modalidade, o locatário deposita o valor equivalente a três aluguéis, conforme determina a Lei do Inquilinato, junto ao proprietário ou à imobiliária.

A caução é uma boa opção para os locatários, pois o dinheiro é devolvido ao final do contrato, apesar da desvantagem de desembolsar 3 alugueis de imediato. Para os proprietários de imóveis/imobiliárias, esta modalidade não é tão vantajosa, pois, no caso de inadimplência, muitas vezes esses recursos não cobrem os débitos existentes.

Para finalizar, fica a dica:
Existem diversas formas de alugar um imóvel sem fiador, entretanto o mais importante na hora de escolher a garantia mais adequada para o seu perfil é analisar qual a opção é mais segura e prática para você.

Leia atentamente seu contrato de locação e esclareça todas as dúvidas antes de assiná-lo!

E aí? Gostou do nosso artigo? Ficou com alguma dúvida ou tem algum comentário? Deixe uma mensagem pra gente!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.