Mostra Paranaense de Dança 2018 reúne profissionais e amadores em Curitiba

Entre os dias 22 e 24 de junho, Curitiba recebe a mostra final da Mostra Paranaense de Dança 2018. Depois de rodar o Paraná e selecionar os melhores espetáculos, a capital vira palco para apresentações com ritmos diversos para toda a família. “Os trabalhos convidados para vir para a mostra são diversificados, o que é interessante para o público especializado e para os apreciadores da dança”, destaca Simone Bönish Olsen, presidente da Associação de Bailarinos do Balé Teatro Guaíra e coordenadora da Mostra.

Com dois endereços, a mostra acontece todas as noites no Guairão e, durante o dia, no Memorial de Curitiba, o palco alternativo. As apresentações do Guaíra têm ingressos à venda, e as do Memorial de Curitiba são gratuitas. No Guaíra, são três sessões: nos dias 22 e 23, às 20h, e no dia 24 às 18h. No Memorial de Curitiba, o espetáculo acontece nos dias 23, às 14h, e 24, às 12h. Para Simone, é importante que as pessoas ocupem a cidade, para além do teatro, e de forma gratuita.

A Galvão Locações também ajuda a abrilhantar a Mostra, sendo parceira desde o início. “A Galvão é uma empresa que está preocupada com a sociedade e encontra no apoio na dança e na arte, a oportunidade de contribuir para o desenvolvimento dessa sociedade”, coloca Simone.

Companhias profissionais dançam junto

A abertura dos espetáculos da Mostra Final conta com a participação de companhias profissionais paranaenses de dança.  Ainda assim, Simone ressalta a importância de todas as companhias convidadas, que tornam o espetáculo realidade. “Integrar amadores da dança e profissionais é um dos objetivos da Mostra. Construímos oportunidades a partir disso”, afirma ela.

Sobre a abertura, confira os espetáculos:

Dia 22:

RESPIRO: Da coreografista Eliane Fetzer, o espetáculo fala da maneira como somos manipulados a não ouvir e não falar. Ele fica por conta da EF Jazz Company.

IMPERARE: A obra coreográfica é conduzida pelo processo de centralização do poder político com o surgimento das monarquias, inspirado nesse período da história, a trama é abordada através de um tom acusador e supressor. A coreografia é de Eliane Fetzer, interpretada pela Cia Eliane Fetzer de Dança Contemporânea.

Dia 24:

MEMÓRIA DE BRINQUEDO: é um espetáculo de dança contemporânea que celebra histórias, lembranças e sensações tecidas e criadas ao longo da infância. A obra nasce como um manifesto ao espírito livre que habita em cada um de nós. Que ele tenha mais espaço e que ele produza em favor de um mundo melhor, mais justo e belo. Da Curitiba Cia de Dança e a coreografia de Luiz Fernando Bongiovanni.

A distribuição dos espetáculos por dia está no site da ABABTG e você confere aqui. São 111 coreografias selecionadas para o Teatro Guaíra (Guairão) e 76 para o palco alternativo, no Memorial. Para adquirir os ingressos antecipadamente, é possível comprar no Disk Ingressos.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.