Os benefícios do desapego para quem doa

O inverno está chegando, a temperatura já começou a cair e é hora de se desapegar das roupas que estão no armário há tanto tempo sem uso. Além de gerar aquela sensação boa de abrir lugar para o novo, essas roupas ainda vão caber muito bem em alguém que esteja precisando. Existe também o lado prático, onde conseguimos nos organizar melhor e consequentemente organizar a vida.

O problema de muita gente é “fiz a limpa no guarda-roupa, mas não sei onde doar. E agora?” A resposta está nas campanhas que são organizadas e que trabalham com instituições sérias.  Ao longo do ano, as roupas ganham novos corpos e garantem a alegria de muita gente, inclusive de quem doa.

Rede Solidária: dando bons fins ao desapego

Uma alternativa é a Rede Solidária Curitiba, que encontrou no problema dos clientes uma ótima solução. Ao perceber que as pessoas se mudavam e nem sempre levavam todos os móveis, eles perceberam que era possível pegar esses desapegos e dar algum fim legal.

Por isso, optaram por unir imobiliárias que viam esse problema recorrente e transformaram essas doações em um bazar. Mas por que um bazar? Pois então, a opção é útil por que pode vender os produtos por um preço acessível, cabendo no orçamento de várias pessoas e ainda entrando nas necessidades específicas de cada um.

O melhor é que 100% da arrecadação realizada com as vendas do bazar da Rede Solidária é revertido para as quatro entidades assistidas – Associação Franciscana de Educação ao Cidadão Especial (Afece), Fundação Ecumênica de Proteção ao Excepcional (Fepe), Hospital Pequeno Príncipe e Sociedade de Socorro aos Necessitados.

São muitas peças de roupas e móveis, além de uma infinidade de objetos dos mais variados tipos. Os objetos são analisados e recebem o valor que parece mais justo, mas sempre muito mais baixo do que o valor de mercado.

Tudo nasceu há cinco anos, quando as imobiliárias fizeram uma campanha interna de arrecadação de artigos para doação. A ideia deu tão certo, que eles montaram a ONG para deixar tudo nos conformes.

Veja também: Imobiliárias transformaram um problema em uma rede solidária

Então, se você quer doar, a coleta de objetos pode ser solicitada e agendada através do telefone (41) 3079-1790. O veículo da Rede Solidária Curitiba realizará a coleta no dia e hora marcados. Para roupas e pequenos objetos, a doação pode ser feita nas caixas, que ficam nas sedes da Galvão Locações. 

Se você se interessou pelo bazar, ele acontece diariamente das 12h às 16h e as quartas-feiras das 09h às 16h, na Rua Joaquim de Quadros Gomes, 495, Curitiba.

Conheça a campanha “Ficou mais fácil ajudar”

Dicas de como se livrar do que não precisa mais

Se você gostou da ideia, mas não sabe por onde começar, separamos alguns passos para você ter uma vida mais leve, com muito desapego, e, de quebra, ajudar muitas pessoas.

  • Comece a organizar as coisas acumuladas que não usa mais em caixas ou pastas menores. Isso mostra o que ainda serve e o que nem faz mais sentido ter em casa.
  • Separe tudo que você não utiliza há mais de seis meses e questione-se sobre a real necessidade dessas peças. Se não tiver mais serventia, se desfaça.
  • Peça ajuda. Contar com algum amigo na faxina pode fazer render muito e ainda vai ter dar uma força para fazer uma boa limpa.
  • Simplifique todos os seus bens materiais para que eles não consumam seus recursos mentais. Um estilo de vida simples oferece a você a capacidade de concentrar suas energias no seu mundo interior.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.