Como enxergamos o Bigorrilho?

Como é Curitiba através da visão de inquilinos da Galvão Locações? O estudante Kaleb de Almeida Honda conta porque escolheu morar no Bigorrilho.

Hoje, 29 de março, exatamente no dia em que Curitiba comemora seus 325 anos, a Viva Melhor estreia uma nova editoria, “Olhar Curitibano”, com fotografias que trazem um pouco da visão da janela de inquilinos da Galvão Locações e também de particularidades do bairro que escolheram.

Afinal, nós sabemos que escolher o futuro bairro, onde irá fixar residência ou então um comércio, é uma missão difícil e muito importante, ainda mais aqui em Curitiba onde temos locais com características muito específicas. São diversas questões que devem ser contempladas como comércio, escola, família, trânsito, segurança e por ai vai…  

Entre as prioridades do estudante de Engenharia Civil da UTFPR, Kaleb de Almeida Honda, o bairro que melhor se ajustava as necessidades era o Bigorrilho. Conhecido por muitos como “Champagnat”, o local é famoso por abrigar uma das maiores concentrações de prédios na cidade, por reunir atividades econômicas ligadas ao setor de serviços e comércio, a Faculdade Evangélica do Paraná, também a Praça da Ucrânia que as sextas-feiras recebe uma feira gastronômica e por ficar próximo ao Parque Barigui e ao Terminal Campina do Siqueira.

“Estou em Curitiba há cinco anos, mas me mudei para o bairro faz 15 dias. Antes eu morava com amigos, agora dividimos o apartamento em três pessoas: eu, meu primo e a namorada dele. Sou nascido em Jacupiranga – SP, fui então para Minas Gerais fazer cursinho pré-vestibular, depois passei em uma faculdade em Campo Mourão e fiquei por lá apenas dois meses. Quando cheguei em Curitiba morei primeiro no Jardim das Américas, depois no Centro e então nas Mercês. Acho que essa foi a melhor região em que estive até agora, principalmente por causa das facilidades como mercados, estações tubo de ônibus, segurança e, acredite, até o valor do Uber influenciou, pois por ser uma região central o investimento em locomoção pelo aplicativo compensa”.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.